[ Resenha ] A Jornada

Postado dia sexta-feira, 9 de março de 2012

Nome: A Jornada
Autora: Erin E. Moulton
Editora: Novo Conceito
Páginas: 200
Minha avaliação:  ★★★★

Sinopse: “A história começa lá em casa. Na montanha. Cinco quilômetros morro acima em uma rua poeirenta e esburacada, passando pelo pomar de Mr. Benny, logo depois da banca de legumes da Nanny Ann. Estamos no outono, minha estação favorita. E em poucos dias será meu feriado favorito: Halloween. É isso aí, aqui em Canton Creek Turnpike, é tempo de pegar doces e esculpir abóboras.” Quando as crianças ouvem histórias sobre lendas, mistérios e milagres, só podemos imaginar – de longe – o que estes contos podem significar em suas mentes. A história de A jornada surge assim: de uma senhora misteriosa, que vive entre as águas da floresta e é capaz de realizar milagres, a uma linda e comovente narrativa sobre o amor entre irmãs. Ao nascer fraquinha, com a vida em risco, Lilly desperta em suas irmãs uma necessidade heróica de providências. Tocadas pela tristeza que abate a família, elas se arriscam em uma jornada cheia de aventuras e situações muito incomuns. Entre florestas, quedas de água, pântanos, barulhos assustadores e caçadores nada agradáveis, as meninas lutam pela própria vida enquanto buscam a água milagrosa que deverá salvar sua irmãzinha. Um conto de fadas contemporâneo, escrito de forma sensível, que envolve o leitor nas maluquices das garotas e que é capaz de encantar e enternecer.


Tudo começa quando a mãe de Beetle, Dawn e Maple - que é quem narra a história em primeira pessoa - entra em trabalho de parto antes do tempo, para dar à luz à quarta irmã da família Rittle, Lily. Infelzimente a bebê não está com uma boa saúde e precisa de um milagre para sobreviver. Preocupada com o estado da irmãzinha, Maple decide que é hora de ir atrás desse milagre para salvar a vida de Lily. Então começa uma jornada perigosa e cheia de aventura, com sua irmã mais velha Dawn, para tentar encontrar a Mulher Sábia que vive no topo da Montanha e pegar um pouco de água, cujo milagres acontecem a pessoas que vão pedir ajuda com o coração puro. Só não esperavam encontrar tantos obstáculos. Urso, caçadores, castor, e vários outros obstáculos passam por seus caminhos. Mas felizmente se saem, de certa forma, bem de todos eles. 

Maple, segunda irmã mais velha. Uma menina de 9 anos, esperta e muito corajosa. Não mede esforços em busca do tão esperado milagre para a mais nova irmã. Até enfrentar uma perigosa correnteza, as irmãs Rittle encararam para salvar a irmã que ainda nem tinham conhecido.

Ela está lá até hoje, Maple, mas com as mudanças dos tempos e das crenças ela é cada vez menos procurada por pessoas, por isso cada vez mais recebe a visita de criaturas da floresta. Alguns dizem, porém, que ela mantém seus poderes curativos, que ainda pode fazer milagres.
Pág. 27

Em certos momentos, consegui imaginar as aflições, medos e angustias das irmãs. Maple, nossa protagonista e narradora, como sempre nunca desistindo na primeira dificuldade. Enfrenta tudo e todos para alcançar seu objetivo.
 
 A Jornada fala bastante sobre valores familiares e amor incondicional. Embora tenha um tom infanto-juvenil, é muito indicado para adultos também, que queiram resgatar um pouco do sentimento infantil já perdido ou esquecido.

É um livro agradável, rápido e muito fácil de ler. Que nos traz boas lembranças da infância, onde se acredita em tudo de forma pura, e que milagres existem. 





Espero que tenham gostado!
Beeijos;*




8 comentários:

Thaís Cavalcante disse...

Adoro livros que trazem à tona problemas familiares, principalmente os autores que conseguem trabalhar bem este assunto e desenvolvê-lo bem. E aparentemente, com base na sua resenha, claro, pude perceber que a autora trabalhou de uma forma bem legal este assunto.

Super quero ler! :D

Um beijão,
Pronome Interrogativo.
http://www.pronomeinterrogativo.com

Amanda Cristina disse...

A Jornada é sem dúvidas um livro lindo, leve e puro. O amor entre as irmãs é algo muito tocante e não tem como não se emocionar ao ler...
Nunca li uma resenha negativa sobre o livro! E sem contar que a temática, mesmo que presente em nosso dia a dia, foi bem inovadora por parte da autora, em colocar num livro, né? Enfim, amei! :)



Beijinhos, Amanda Cristina.
www.primeiro-livro.com

PamFardin disse...

Deve ser lindo, principalmente pelo fato de ser narrado por uma criança. Tenho vontade de lê-lo :D

Beijos
aritmeticadasletras.blogspot.com

Lu disse...

Nunca li esse livro mas a história parece ser superrrrr fofinha! Linda mesmo! Primeira vez aqui e to seguindo, beijosss

Stéph disse...

Adorei a história, confesso que até então não tinha me animado muito com o livro, nem tinha a mínima vontade de ler, mas depois dessa resenha, posso rever meus conceitos.
Fiz um meme literário no meu blog e seu blog foi um dos que eu indiquei. Confira. http://ourteenagedreams.blogspot.com/2012/03/meme-literario-julgando-pela-capa.html
Beijos, Stéphanie Santos. Blog Teenage Dreams.

Bárbara Murat disse...

Eu achei o livro fofinho, mas não foi nada WOW sabe, HAUHA. É bonitinho, leve e só.

Beijos e adorei a resenha.

Andressa Tomaz disse...

Oi Milly!
Ganhei esse livro em uma promoção e quero ler logo, apesar de já ter ouvido dizer que não passa de um livro bom e leve.
Bom, de qualquer jeito, estou curiosa!

Beijos.

cristiane disse...

A história é bem fofa. Muito bonitinha e gostosa de ler *-*

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...